Casa de acolhimento Plínio Tourinho

ESTRUTURA DA CASA


A casa tem capacidade de abrigar 70 pessoas, atualmente está funcionando em sua lotação máxima. Segundo a coordenadora da Unidade, Nely Piovezan, caso seja necessário, o local abre exceções para abrigar mais alguém, caso aja necessidade “ Sempre cabe mais um, o importante é não deixar ninguém na rua, passando frio ou fome”, conta.

Existem dezoito quartos, cada um com quatro camas cada. Além das camas, os quartos possuem prateleiras onde os moradores guardam seus pertences pessoais. Três banheiros atendem os acolhidos, contendo doze chuveiros cada, alguns deles são adaptados para cadeirantes. Há vários outros espaços na casa, a lavanderia, a cozinha, o refeitório, a sala de medicamentos (a maioria dos usuários utilizam medicamentos contínuos), a sala de jogos e as salas administrativas.

Os funcionários da casa são em sua maioria concursados, apenas os serviço de lavanderia, manutenção copa e limpeza são tercerizados. A escala de trabalho varia de 8h á 12 horas diárias (12X36). Os educadores trabalham nessa escala, durante o dia ficam quatro educadores, e á noite ficam mais quatro. Os educadores que ficam no período diurno, acompanham os usuários nas consultas médicas, na aplicação de medicamentos e demais atividades externas.


Vídeos sobre a casa


CORDENADORA

Nely Terezinha Piovezani

MORADOR

Emilio Rizental

A CASA