Danilo Georgete

Comecei jornalismo querendo atuar com esportes, afinal de contas todo jornalista esportivo é um atleta frustrado. Sempre participei de tudo que pude no curso, principalmente as coberturas jornalísticas onde a gente aprende muitas coisas.

As conversas com os professores também sempre foram importantes, a professora Ana Mira me apresentou em uma conversa os textos do José Roberto Torero, falando que ela gostava de texto esportivo daquela forma, ali comecei mudar um pouco minha forma de escrever.

O que foi importante para meu TCC, um livro reportagem sobre futebol em formato de crônicas, o qual o Torero escreveu o prefácio do livro. Tive a chance de lançar meu livro exclusivamente para São Paulo e uma cópia está no acervo do Santos FC.

Tive uma passagem pelo Sport Time, um programa que passa no canal fechado, onde fiz reportagem. Depois trabalhei como jornalista responsável pelo RankBrasil – Livro dos Recordes Brasileiros, onde fazia toda a assessoria de imprensa do Rank, viagens para certificação de recordes, matérias para o site. Além de ter cuidado da edição do material do Livre do Recordes Nacionais que será lançado em dezembro.

Em 2013 tive uma das maiores experiências, que foi participar do processo seletivo para trabalhar na Sport Tv, onde vi que uma falta de um intercâmbio na minha preparação e um inglês sem sotaque fez muita diferença. Mas vi também que o que a UP oferece para os alunos é muito mais do que várias universidades no Brasil oferecem.

Atualmente escrevo para meu blog no site do Lance, o que foi um grande avanço, já que cuido do “Na Resenha” desde o primeiro ano da faculdade