Mesa destaca enfrentamento à violência a partir da educomunicação

Professores destacam protagonismo das mulheres na comunicação e o quanto iniciativas educomunicativas podem ser prejudicadas a partir do cerceamento à liberdade na educação.

A segunda mesa do evento promovido pelo curso de Jornalismo da Universidade Positivo durante a semana da Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular destacou o enfrentamento à violência trabalhado a partir da educomunicação, com ênfase para as potencialidades dos usos dos produtos audiovisuais. A mesa foi formada pelos professores do curso de Jornalismo Benedito Costa Neto e Hendryo André.

Costa Neto abriu a discussão valorizando o protagonismo feminino na sociedade atual e defendendo novas leis que protejam as mulheres. O professor, com doutorado em Estudos Literários pela UFPR, defendeu que a comunicação é uma das principais ferramentas para criar empatia. “A sociedade como um todo deve se colocar no lugar do outro para fazermos do mundo um lugar igual sem diferenças”, explica.

O professor Benedito Costa Neto, na segunda mesa do dia. (Foto: Giovana Defreitas/RedeTeia.com)

Já Hendryo André relembrou questões ligadas à concepção e ao andamento do projeto, que teve início no final de 2017 e que resultou em atividades de ensino, pesquisa e, principalmente, extensão no curso de Jornalismo. “O projeto de educomunicação cresce cada vez mais e se tornou um espaço para fazer política não-partidária”, avalia ao tecer críticas sobre iniciativas como o projeto Escola sem Partido. “Um projeto como este enfrentaria problema caso houvesse a aprovação de um projeto como o Escola sem Partida. Está claro por conta da liberdade de pensamento saímos mais ricos daqui ao darmos visibilidade a um tema tão complicado”, finaliza.

Professor Hendryo André, ao final da mesa sobre combate à violência. (Foto: Déborah Endo/RedeTeia.com)

Semana de Responsabilidade Social
A ação foi uma iniciativa da Escola de Comunicação e Design da Universidade Positivo em alusão à Campanha de Responsabilidade Social do Ensino Superior Particular, promovida pela Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior (Abmes). O objetivo é promover um maior engajamento nos diversos âmbitos da sociedade, inclusive na educação.

Deixe uma resposta