Peça teatral valoriza cultura indígena

A peça Nhanderekó reuniu cerca de 30 pessoas na 18ª Jornada de Agroecologia, que acontece na Praça Santos Andrade

O espetáculo Nhanderekó foi uma das atrações do primeiro dia da 18ª Jornada de Agroecologia, encenada por André Daniel, KaNêga Santos e Vanessa Vzorek, na Praça Santos Andrade. A peça teatral foi feita pela primeira vez em um teatro de rua e foi bem recepcionada pelo público. 

A apresentação tem em foco o público infantil, com a finalidade de disseminar a influência que a cultura indígena. A peça trouxe para o público algumas histórias dos povos indígenas, como seus costumes, lendas e rituais. 

Estavam presentes cerca de 30 pessoas na praça acompanhando a encenação de Nhanderekó. A peça chamou muita atenção, pois continha grande sonoplastia, objetos cênicos e a interpretação dos artistas. O espetáculo teve interações com o público presente através de música e eventuais diálogos, que causaram muitas risadas.

Da esquerda para a direita: Vanessa Vzorek, André Daniel, KaNêga Santos encenando Nhanderekó, na 18° jornada de agroecologia. (Foto: Mariana Suptil/RedeTeia.com)

“Está acontecendo uma repressão da arte em Curitiba, tanto pelo poder público quanto pela sociedade”, disse a atriz Vanessa Vzorek, sobre a relação da arte com o público. Também ressaltou que a arte de rua é uma forma de levar arte gratuita às pessoas. Além disso, Vanessa abordou a importância de debater as questões indígenas, pois “já passou da hora”, segundo ela.

Deixe uma resposta