Oficina de cartazes na Reitoria mostra reivindicações dos estudantes

Cartazes feitos na parte da tarde, na Greve Nacional da Educação, mostram frases inusitadas, como “Bozo, a fórmula da água nós sabemos; e atender pacientes, você sabe?”

Algo que chama atenção nas manifestações dos estudantes que estão acontecendo em muitas partes do país é a criatividade dos cartazes. Em sua maioria, são palavras de ordem contra o corte de R$ 1,7 bilhão dos gastos das universidades.

Grande parte dos cartazes vistos na manifestação de hoje, na Praça Santos Andrade, em Curitiba, foram produzidos em uma oficina que aconteceu no prédio da Reitoria, da Universidade Federal.

A oficina foi coordenada pelos estudantes de Pedagogia da UFPR. Com um grande rolo de papel kraft e tintas diluídas para render mais, foram produzidos mais de 20 cartazes. Embora a oficina seja organizada pelos estudantes de Pedagogia, a oficina foi aberta ao público.

A princípio, estava programada para acontecer às 14h, no pátio da Reitoria, mas, por conta da chuva, teve que ser transferida para o interior do prédio. Os desavisados foram chegando aos poucos com cartolinas, canetinhas coloridas, tintas e réguas. Os cartazes produzidos nessa oficina serão expostos nas paredes da universidade ou vão para as mãos dos estudantes para a segunda parte da manifestação, que está programada para as 17 horas.

Gustavo Liotto e Natanye Valêncio defendem que os cortes na educação atingem várias áreas da sociedade (Fotos: Luiz Felipe Cunha/RedeTeia.com)

Entre as frases escritas nos cartazes, estão protestos, sugestões e até memes. Algumas delas bastante bem-humoradas: “Bozo, a fórmula da água nós sabemos; e atender pacientes, você sabe?”; “Balbúrdia é teu governo”, “A Educação Física convoca Bozo: vem tranquilo!”.

A presidente do centro acadêmico de Pedagogia da UFPR, Letícia Wiebusch, disse que as manifestações são importantes porque a situação das Universidades Federais já é muito precária e, com o corte de verbas, isso se agrava ainda mais. “De manhã, as funcionárias da limpeza colocam papel higiênico nos banheiros e à noite já não tem mais, os alunos têm que se virar. O RU [Restaurante Universitário] é mantido a 1,30 reais, a universidade paga 7 reais, com o corte esse preço aumentaria, e tem estudante que não tem condições de pagar”.

Várias manifestações estão acontecendo hoje. Estudantes de todo o Brasil estão na rua em protesto ao corte de R$ 1,7 bilhão no ensino público que foi anunciado pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, no fim de abril.

A estudante de Física Bianca Brehm diz que os atos são importantes porque o governo não se preocupa com a educação.

Gustavo Liotto, estudante do quarto ano de Fisioterapia da UFPR, disse que o corte de verbas da Universidade Federal não interfere só na educação, mas em todas as áreas da sociedade, inclusive na saúde, que é a área em que ele está se formando. Ele disse que o corte interfere diretamente na vida dos seus pacientes.

Bianca Brehm, estudante de Física da UFPR, disse que os atos são importantes porque o atual governo não se preocupa com a educação. Os movimentos na rua representam uma máxima unidade dos estudantes independente de ideologias políticas para lutar pela educação, pela permanência da universidade e pela aposentadoria. Bianca acha que é importante os protestos se estenderem durante toda a semana.

Luiz Felipe Cunha, estudante do 3o período do curso de Jornalismo da Universidade Positivo.

  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha
  • Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Oficina de cartazes - Greve Nacional da Educação
    Fotos: Luiz Felipe Cunha

Deixe uma resposta