1 mil estudantes protestam contra Bolsonaro em Curitiba

Em visita à capital paranaense, Jair Bolsonaro foi recebido com vaias no Palácio Iguaçu. Segundo a Polícia Militar, 150 manifestantes pró-Bolsonaro também compareceram ao evento para prestar apoio ao mandatário.

Jair Bolsonaro chegou a Curitiba ontem à tarde e esteve presente no Palácio do Iguaçu, no Centro Cívico. O presidente veio para um evento que inicia as atividades do Centro de Inteligência de Segurança Pública da Região Sul. Nas cercanias do Palácio Iguaçu estudantes protestavam contra o corte de verbas, anunciado no início do mês, nas universidades federais, que passam de 30%.

Além dos estudantes, simpatizantes do presidente também estiveram presentes. Eles gritavam pelo nome de Bolsonaro enquanto esperavam a chegada do mandatário. Para evitar conflitos, a PM chegou a separar os dois grupos, o que gerou um clima de competição e ratificou mais uma vez a real situação de polarização política no país.

Caráter ideológico das universidades e pouca produtividade foi uma das justificativas dadas pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, para cortes (Fotos: Alessandra Ramos/RedeTeia.com).

A estudante de Ciências Biológicas na UFPR, Fernanda Telechi, de 45 anos, diz não ter esperanças de um governo bom para a área de educação nos próximos quatro anos. “Vamos ter que lutar muito ainda para melhorar ou para impedir que ele tome decisões que vão nos prejudicar”, palpita.

O presidente não chegou a ser visto pelos grupos que participavam do ato. Sobre o corte de verbas, alguns manifestantes contrários ao governo disseram que não vão se calar. Formado em Tecnologia de Aquicultura, Stanislau, de 42 anos, é um deles: “O investimento certo na educação e na cultura é a solução para um Brasil melhor e para uma sociedade que exerce bem a democracia”.

Procurados pela reportagem, participantes favoráveis do governo preferiram não se pronunciar.

Segundo os organizadores da manifestação, 2 mil manifestantes foram às ruas. Já a Polícia Militar informou que estavam no local 1 mil manifestantes contra o governo, além de 150 a favor.

Thamyris Candea e Maiara Kolb são estudantes do 1° período do curso de Jornalismo da Universidade Positivo.

Deixe uma resposta