Escritores, Princesas, Bruxas e Príncipes ganham vida no teatro

O Fantástico Mistério de Feiurinha fica em cartaz até hoje no Miniauditório Glauco Flores de Sá Brito (Mini Guaíra), realizado pelo Grupo de Teatro Amador Infantojuvenil do Colégio Estadual do Paraná, o Grutinha

Dentre fofocas e risadas, surgiu uma notícia terrível para quem vive sob o final de “felizes para sempre”: uma princesa desapareceu. Branca de Neve, Cinderela, Rapunzel e outras princesas que viviam suas vidas de casada agora se reúnem para salvar Feiurinha, a princesa desaparecida, e garantir a felicidade eterna de todo o País das Fadas.

“Onde está você, Feiurinha?” é a pergunta que intriga tanto o elenco do Grupo de Teatro Amador Infantojuvenil do Colégio Estadual do Paraná (Grutinha) quanto a plateia. Com três dias em cartaz no Miniauditório Glauco Flores de Sá Brito (Mini Guaíra), o Grutinha apresenta pelo quarto ano o espetáculo “O Fantástico Mistério de Feiurinha”, escrito por Pedro Bandeira.

Em sua estreia, na tarde de quarta-feira (25), o auditório ficou lotado por alunos e professores do Colégio Estadual do Paraná (CEP), além de familiares dos atores. A preparação para o espetáculo começou três horas antes de as cortinas se abrirem para o público, com direito a passagem geral da apresentação. Em conversa geral, o elenco, formado por jovens entre 10 e 15 anos, contou que esta é a segunda vez que encenam a obra de Pedro Bandeira – a primeira foi no final do ano passado.

A Diretora do Grutinha Professora Adriana Fátima de Cristo conversou com a reportagem da Rede Teia sobre o grupo e o espetáculo. Confira.

Serviço
O Fantástico Mistério de Feiurinha – Grutinha
Sexta-feira (26/04): 16h
Gratuito (sujeito à lotação)

Rhanna Viana Sarot é estudante do 1º período do curso de Jornalismo da Universidade Positivo

Deixe uma resposta